Já leu o artigo "Crawling Robots on the Brain" (pág. 17)?

Está disponível a edição de JULHO de 2019 da revista SIGNAL.

(Clique aqui para abrir a versão pdf)

Questões endereçadas no artigo:

  1. NanoRobots podem ser utilizados para obter informação no Cérebro Humano ou no Sistema Nervoso Central; já se imaginou com milhares destes dispositivos a interagirem com o seu organismo?
  2. Outra aplicação sugerida neste artigo consiste na possibilidade de utilizar estes dispositivos para limpar terminais das baterias de lítio e assim prolongar a sua capacidade...
  3. Quando estes NanoRobots conseguirem colaborar entre si, a capacidade global para processamento e decisão aumenta significativamente.

Este artigo foi escrito por George I. Seffers (gseffers@afcea.org).

Pode participar no debate deixando o seu comentário directamente no site, no espaço "Deixe uma Resposta" desta notícia.

 

 

One Reply to “Tema para debate: Crawling Robots on the Brain”

  1. A trilogia formada pela biotecnologia a nanotecnologia e a inteligência artificial, prometem revolucionar nos próximos dez a vinte anos inúmeros aspetos da sociedade.
    Concretamente, no que diz respeito aos seres humanos também não faltam previsões de desenvolvimentos dramáticos na saúde, na forma de comunicar, na forma de trabalhar e até mesmo no lazer.
    Na saúde onde tem ocorrido avanços extraordinários a todos os níveis começa agora a surgir em força, utilizando a trilogia referida, imensa investigação sobre o cérebro, esse órgão extraordinário do qual ainda há muito a explorar e a conhecer sobre o seu funcionamento.
    A utilização dos nanorobots na forma apresentada no artigo relativamente ao cérebro, é mais uma visão do que poderá ser possível acontecer ao lado de outras visões de utilização destas tecnologias com desenvolvimentos dramáticos como a cura da cegueira.
    E neste aspeto convém lembrar que são os atuais seres humanos com as atuais capacidades do seus cérebros que são capazes de inovar e imaginar utilizações deslumbrantes da tecnologia. De que serão capazes os futuros seres humanos ser virem a capacidade dos seus cérebros significativamente aumentada com a utilização das novas tecnologias?
    A questão provavelmente não se centrará na utilização fantástica da tecnologia para o bem mas na sua possível utilização para o mal.
    Parabens à AFCEA Portugal pela iniciativa de “Temas em Debate”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.